Exigência excessiva de documentos perturba recrutamentos

STAE na província de Maputo está a ter dificuldades de recrutar pessoas para as Assembleias de Voto, porque os potenciais candidatos estão a ter dificuldades de organizar os três documentos fundamentais: atestado médico, declaração de serviço militar e registo criminal.

A província de Maputo precisa recrutar cerca de 4 mil pessoas para trabalhar nas mesas de voto durante as eleições autárquicas a 20 de Novembro, mas até este momento conseguiu apenas mil.

“Estamos a deparar com dificuldades devido aos documentos exigidos que não são fáceis de obter”, disse Valentim Benzane, o director provincial do Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE) de Maputo.

Benzane frisou que estão a ser exigidos documentos que são geralmente solicitados a concorrentes a vagas no aparelho do Estado, o que não é o caso dos membros das mesas de voto, que terão um trabalho de curta duração.

Deixar uma resposta