85% de eleitores recensearam para votar

Clique para abrir a tabela do recenseamento na íntegra das 53 autarquias (.pdf).

Clique para abrir a tabela do recenseamento na íntegra das 53 autarquias (.pdf).

Uma onda de eleitores na ultima semana de recenseamento foram registados chegando a atingir 85 porcento dos potenciais eleitores para as eleições municipais a 20 de novembro próximo.

Algumas províncias tiveram um baixo registo, nomeadamente Zambézia (64%), onde Gúruè inscreveu apenas 40%, Alto Molócuè 51% e Mocuba 53%. A província de Nampula também foi baixa, com 80 por cento, a cidade de Nampula em 75% e Nacala-Porto em 76%.

Das 53 autarquias no país, 24 conseguiram ultrapassar a meta prevista. E nove dos 10 novos municípios recensearam mais de 100% dos eleitores esperados, mas que poderia simplesmente reflectir subestima pelo STAE. Foi mais difícil fazer boas estimativas em curto prazo para novas autarquias.

Mas a província de Tete tinha um registo de 120%, e algumas questões serão levantadas sobre o elevado nível de registo em 15 dos 43 municípios que foram para as eleições de 2008, que registou mais de 100% de eleitores do que o esperado. Com bons dados do censo e registos eleitorais anteriores, as estimativas do STAE deviam ter sido muito precisas. Alguns foram muito elevados tais como:
+ Ulongue (Tete) 247%
+ Manklakazi (Gaza) 204%
+ Marrupa (Niassa) 200%
+ Massinga (Inhambane) 142%
+ Catandica (Manica) 144%
Nesses municípios, muitas pessoas de fora dos limites se recensearam?

 

Deixar uma resposta